quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Solisonho

Estou diante da natureza a contemplar, como gostaria neste momento de estar na praia, sentada na areia, apreciando as ondas, sentindo a leve brisa que vem do mar tocando meu rosto, acalmando meu coração. Como adoraria estar lá, respirando ar puro que na cidade não há, caminhando na areia, assistindo e ouvindo os cantos e vôos dos pássaros. No entanto, sou um ser humano com virtudes e defeitos, não sei se posso referir a minha transparência como uma virtude ou não, o que não gosto falo, imediatamente e pronto. Sou bastante crítica não posso deixar de mencionar.
Além disso, uma grande qualidade: ser muito solidária. Não era meu sonho ser docente, infelizmente uma profissão não valorizada ainda, o que seria de um ambiente escolar sem esses profissionais tão importantes para o bom funcionamento de um estabelecimento? Nem sempre eles são valorizados e, não raras vezes, são menosprezados pelas outras pessoas.

Estou a falar de um trabalho, sem o qual não seria quem sou, porque estou realizada quando vejo minhas criançinhas lendo e escrevendo, sozinho, repleto de dúvidas e cheio de respostas; e por isso agradeço a Deus, que me levou a este caminho.

No entanto não foi fácil, falar de experiência gratificante. Diariamente somos surpreendidos por sorrisos de satisfação. O tempo passou e estou em uma das conquistas que é a primeira graduação na Plataforma Freire e outras que virão como pós, mestrado e doutorado.
Maria Goretti.
Aluna Plataforma Freire

5 comentários:

Felicia disse...

gostei bastante do início do texto, pois fala do lugar onde tanto ela como qualquer outra pessoa gostaria de está para se sentir mais livre e feliz.

Unknown disse...

cara colega esse texto é a sua cara,mas lembre-se o que ñ era sonho foi realidade,porque te trouxe alegria e felicadade,os professores podem ñ serem valorizados mas são vitoriosos e como fruto alegria,satisfação e felicidade,bjus te amo de paixão e sou feliz por tê-la na mesma carroça!!!!!kkkkk

Andréa Merquiades disse...

Seu texto é muito reflexivo uma vez que muitas de nós fazemos o mesmo questionamento, se vale a pena ser professora;mais como vc mesmo falou é muito gratificante ver nossos alunos pregredindo com a nossoa ajuda.
Por isso,é que ainda vale a pena ser profesora.
E quando vc diz que é muito sincera continue sempre assim pois, o mundo está cheio de gente sem caráter e é muito bom saber que tem vc com sua sinceridade no meio da gente.
Adorei ter te conhecido.
Milhões de bjus!!!!!!

Taciane disse...

Goretti...
Acredite que o maior legado da vida é vencer as nossas próprias barreiras.Este curso tem dois grandes propósitos:um pessoal,onde refletimos sobre nós mesmos e o outro de repaginar nosso perfil profissional...Já não somos mais como antes e muito haveremos de aprender uns com os outros.Que nesta caminhada possamos ser companheiras até o fim...

Unknown disse...

Luciana disse:
Refletir sobre quem somos por si só já é uma virtude.Expor o nosso ponto de vista não significa que este seja o mais correto.As vezes é melhor ser rápido no ouvir e vagaroso no falar.Voçê disse:"sou solidária", esta é uma qualidade que evidencia o amor,e o amor cobre uma multidão de defeitos.PARABÉNS!