quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Parafraseando ...

O poema de Sérgio Caparelli foi interpretado e traduzido para uma linguagem mais intimista pelos alunos e alunas dos Cursos Superiores do Instituto Federal - Zona Rural - Petrolina. Cada releitura, percebe-se o interesse em relatar as experiências cotidianas, os amores e esperanças. Continuaremos a postar os textos dessas turmas. Profª. Antonise

POEMA
                           
                           Às vezes, de madrugada

Às vezes, de madrugada
estou a ler um livro
de repente descubro os teus segredos
às vezes, de madrugada.

Às vezes, de madrugada
estou sonhando com um mundo melhor
desperto e vejo o raiar de um novo dia
às vezes, de madrugada.

Às vezes, de madrugada
vejo todos os povos unidos por um mesmo ideal
isto é o que me faz ter esperança de um futuro melhor
às vezes, de madrugada.

Às vezes, de madrugada
vejo o mundo mudando e as pessoas andando
e percebo que o mundo cresceu
às vezes, de madrugada.

(Daniel da silva gonçalves TA- 01)





ÁS VEZES DE NOITE

Ás vezes de noite,
Acordo com muita saudade,
De uma saudade que me faz chorar de verdade.
Ás  vezes de noite.

Às vezes de noite,
Não permita Deus que eu morra,
Sem ver a família, ficar sofrendo à toa,
Às vezes de noite.

Às vezes de noite,
Eu quero orar,
Viver a vida, minha fé não morrerá,
Às vezes de noite.

Às vezes de noite,
Sonho com a esperança,
Que me traz grandes lembranças
Às vezes de noite.

Nome: Vera Lucia Oliveira De Melo
I F – Sertão Zona Rural TH 11



          POEMA
               "Às vezes, na vida"


Às vezes, na vida,
me pego pensando em desistir de viver
e deixar de lado todos os sonhos do meu ser,
às vezes, na vida.

Às vezes, na vida,
penso em fazer tudo diferente
e em um ano, talvez, teria o que desejo plenamente,
às vezes, na vida.

Às vezes, na vida,
encontro vários desafios
que a cada mês deságuam como se fossem rios,
às vezes, na vida.


Às vezes, na vida,
imagino como será o futuro
de alguém que dia após dia procura seu rumo,
às vezes, na vida.


Às vezes, na vida,
chego a uma conclusão,
percebo que é preciso saber viver
continuando sempre a andar, lutar, e um dia, enfim, vencer...
às vezes, na vida.

(José Pedro Dias- TA 01)

4 comentários:

Mizai disse...

Não podemos deixar de viver jamais,ate porque quem deixou de viver já morreu né ?!?! kkkkkkkkkkk

Devemos sempre seguir em frente, por pior que esteja a situação.Tudo passa, sempre passa.

Andreia Santos disse...

Desistir dos sonhos é renunciar a si mesmo!
Legal :)

Mayane disse...

Vencer é não desistir. Os perdedores paralisam-se diante dos fracassos. Os vencedores vêem uma oportunidade para começar tudo de novo...
A força de um ideal está em não desisti.

ianderson disse...

Muito legal
Pois o verdadeiro campeão nunca desiste..