quinta-feira, 27 de outubro de 2011

TEXTOS DISSERTATIVOS-ARGUMENTATIVOS: Os alunos estão desenvolvendo textos sobre Agroecologia para que eles conheçam as especificidades inerentes aos estudos a serem realizados. É uma experiência de escrita.

AGROECOLOGIA

Agroecologia é um sistema de produção agrícola alternativa que busca a sustentabilidade da agricultura familiar, resgatando práticas que permitam ao agricultor produzir sem depender de insumos industriais com agrotóxicos.

O conceito de agroecologia quer sistematizar todos os esforços em produzir uma proposta de agricultura abrangente, que seja socialmente justa, econômica viável e ecologicamente sustentável; um modelo que seja o embrião de um novo jeito de relacionamento com a natureza, e que  proteja a vida toda e toda a vida. Nesta visão se estabelece uma ética ecológica que implica no abandono de uma moral utilitarista e individualista e que postula a aceitação do princípio do destino universal dos bens da criação e a promoção da justiça e da solidariedade como valores indispensáveis.

Na agroecologia,  a agricultura é vista como um sistema vivo e complexo, inserida na natureza rica em diversidade, vários tipos de plantas, animais, microorganismos, minerais e infinitas formas de relação entre estes e outros habitantes do planeta Terra. Não podemos esquecer que a agroecologia engloba modernas ramificações e especializações, como: agricultura biodinâmica, agricultura ecológica, agricultura natural, agricultura orgânica, os sistemas agro-florestais, permacultura, etc.

Mas apenas saber os vários conceitos do termo agroecologia, a partir de vários estudiosos, não significa que estejamos pronto para adotar as práticas agroecológicas. Fazer agroecologia é apenas uma fase posterior ao processo.

Sentir Agroecologia e Viver Agroecologia no coração, compreender a vida a partir de um organismo vivo, seja ele planta, animal ou próprio ser humano. Apreender as relações conjuntas e apreender que o planeta terra não é o lugar do qual vivemos, e sim, no qual vivemos.

Ciclo Construtivo da Agroecologia.

Participação da mulher na produção;
Aumento da fertilidade;
Produção de alimentos saudáveis;
Igualdade de gênero;
Fortalecimento da juventude rural;
Aumento da biodiversidade;
Renovação natural do solo;
Valorização da cultura local;
Equilibrio ecológico;
Geração de renda.


Mizai W.

Produção Textual de Adriana Viana - AGROECOLOGIA - Turma TA 01:

O desafio da Agroecologia



Nunca se falou tanto em planeta sustentável como nos últimos dias. A importância de atenuar as mudanças climáticas, preservar a diversidade biológica, combater a poluição das águas e promover o desenvolvimento sustentável. Para isso, surgiu a agroecologia que visa uma nova proposta diferente da agricultura convencional trazendo consigo ofertas viáveis e ecologicamente sustentáveis.

A agroecologia é vista como um sistema vivo e complexo. Uma ciência que estuda os agroecossistemas sobre o enfoque da ecologia capaz assim de suprir as necessidades das futuras gerações sem esgotar os recursos futuros.

Quando se faz a opção por viver ecologicamente correto, socialmente justo, as transformações não são instantâneas e muito menos facilmente aceitadas. É todo um processo, um estudo que tem como objetivo principal produzir alimentos saudáveis, gerando pessoas nutridas e acima de tudo conscientes com o planeta.

É necessário senso de responsabilidade e ver que o planeta Terra não é um lugar o qual vivemos, mas, no qual vivemos. Que existe um elo, uma ligação em que tudo é vinculado existindo infinitas formas de relação entre os habitantes do planeta, cada um com sua fundamental importância.

Existe um grande desafio pela frente que é mudar a agricultura convencional. Esse sistema produtivo altamente dependente de insumos industrializados que visam somente o lucro. São processos que envolvem  a todos e requer uma participação mutua para um objetivo em comum, a sobrevivência do planeta Terra.

Assim faz-se necessário um comprometimento de todos para um bem maior.

Enfim, agora é o momento de se unir, e juntos possamos alcançar um planeta mais sustentável, culturalmente diverso, economicamente justo e viável. Mas acima de tudo ecologicamente correto para suprir as necessidades da geração presente sem afetar as possibilidades das gerações futuras de suprir as suas.



Adriana Viana- 1º período do Curso Superior em Agroecologia do Instituto Federal Sertão Pernambucano- Zona Rural

.



 

domingo, 23 de outubro de 2011

Atividade:




Atividade:

1. Observe com atenção as imagens acima. Em seguida, identifique os signos presentes. Enumere cada quadro para realizar a sua análise. Quais os ícones, índices e símbolos os quais podem ser constatados?

2. Responda aos questionamentos a seguir, tomando como relação os quadros de Jason Ribeiro. 
- Será que as imagem podem expressar ideias que correspondam  às mensagens verbais em seu todo? Há um provérbio que diz “ Uma imagem vale mais do que mil palavras” ou será que o potencial semiótico de uma imagem é inferior ao da língua, em certa medida, visto que uma imagem é necessariamente vaga e em princípio incapaz de representar qualquer verdade sobre o mundo? ( Retirado do texto: As imagens podem mentir. Santaella, Lúcia.São Paulo, Iluminaras, 1997)


 As respostas das questões propostas devem ser postadas aqui no blog para que possamos comentá-las e discutir em seguida em sala de aula.






Produções dos Alunos de Agroecologia -TA 01

Alguns textos foram enviados ao meu e-mail e ficarem sem postar. Hoje, estou atualizando para que nenhum aluno ou aluna perca a oportunidade de ter seu poema comentado pelos colegas. Ana Lúcia Borges nos mostra que sua atitude às vezes não é de gente séria. Mas o que é ser gente séria neste mundo? O que devemos fazer para tornamos a vida mais justa, mais fraterna? Será que não cabe um pouquinho mais de ações, de práticas diárias de caridade, paz e compromisso? O compromisso que deve começar pelos estudos? Um abraço carinhoso, Profª. Antonise.
   
ÀS VEZES PELA MANHÃ

 ÀS VEZES PELA MANHÃ
PEGO-ME A PENSAR,
TANTA  GENTE SÉRIA NO MUNDO,
E EU A BRINCAR

ÀS VEZES PELA MANHÃ
ANALISO O LUAR,
QUE É TÃO BOM PRA NAMORAR
ÀS VEZES,ÀS VEZES, FICO SEM AR

ÀS VEZES PELA MANHÃ
SINTO UM FRIO,
A SOLIDÃO DE ARREPIO
 ÀS VEZES PELA MANHÃ
VEJO INJUSTIÇA
E A VIDA DE MUITOS SEM CONQUISTA
ÀS VEZES PELA MANHÃ


AUTORA: ANA LÚCIA BORGES

sábado, 22 de outubro de 2011

A visão da linguagem e suas implicações

  O mito bíblico da Torre de Babel
Descreve a passagem de uma situação originária de feliz monoliguismo para a “ confusão das línguas”, para o plurilinguismo.
Num mundo originário e feliz, que o ser humano teria perdido, aos poucos, o mito babélico põe toda a unicidade e a univocidade linguística.
O PLURILINGUISMO É UM DOM.
URSPRACHE – única língua originária, estruturas universais. ( Concepção de  Chomsky)

Roteiro de Atividades

Atividade em Sala de Aula:
Roteiro:
 Pesquisar o conceito de SIGNO e produzir um texto a partir dos significados encontrados.
Acrescentar exemplos de SIGNOS retirados de revistas, jornais, rótulos, embalagens, fotografias, etc.
No texto dissertativo-argumentativo devem ser feitas citações diretas e indiretas.
 
Preparação para os Seminários:
1. Signos
2. Icones
3. Índices
4. Símbolos
5. Fábulas