quarta-feira, 30 de novembro de 2011

O TECNÓLOGO EM HORTICULTURA

TEXTO 02 - Inserido no dia 3O DE NOVEMBRO DE 2011

TECNÓLOGO EM HORTICULTURA

O Curso de Tecnologia em Horticultura do IF- SERTÃO CAMPUS ZONA RURAL tem se destacado devido seu alto padrão de qualidade na formação dos seus graduandos.
Apesar de ser um curso novo, tem em suas atribuições, vantagens em relação a outros cursos da área agrícola.
Dentre essas vantagens pode-se citar o CFO (Certificado Fitossanitário de Origem), além do curto período para o término do curso.
Com certeza a formação de profissionais capacitados é de grande valia para a região do Vale do São Francisco como um todo.Pois, podemos afirmar que a agricultura é o que move toda nossa região.
Mackson Xavier – TH 11

Visitem o site da Revista Interpoética - Artigo da Professora Elisabete Moreira

No link abaixo, vocês encontrarão o texto da Professora Elisabete Moreira sobre " Quem sabe Cyber?" Comentem o texto da nossa querida Mestre, ex-professora do IF SERTÃO PE. 
Nas próximas aulas, faremos a discussão em sala de aula deste texto sugerido.
Um abraço carinhoso,
Professora Antonise


http://www.interpoetica.com.br/site/index.php

RESENHAS CRÍTICAS - Textos elaborados a partir do filme " O Labirinto do Fauno". Após o envio da atividade para o e-mail, fizemos a leitura e revisão em sala de aula. A turma de Horticultura - TH 11 acompanhou e sugeriu as alterações.

TEXTO 01 -  FILME: O LABIRINTO DO FAUNO
Informações  Técnicas
Sob a direção de Guillermo Del Toro, o filme que tem o titulo original el labirinto del fauno, com gênero de ficção,o qual uma figura mitológica entra em cena  na fantasia de uma garota sonhadora, contracenando com a realidade numa época em que  imperava o terror da guerra fria. Apesar de ter sido oficialmente extinta em 1944, na Espanha, onde sucedeu o fato, já que os rebeldes ainda lutavam nas montanhas, no norte de Navarra.
Resumo  da obra
A história mostra um oficial fascista, que tinha a missão de exterminar os guerrilheiros, manda buscar a sua esposa Carmem, protagonizada pela atriz Ariadna Gil, e sua enteada de dez anos, a sonhadora Ofélia (Ivana Baquero),para virem ao campo, pois a  esposa  estava grávida, e era  desejo dele que o filho nascesse ao seu lado.
Ao descer do carro na chegada, com vários livros de contos na mão, Ofélia foi recebida pelo  padrasto com bastante estupidez. Em um passeio rápido pelo jardim da casa, ela descobre um labirinto, onde a fantasia começa a se tornar mais forte, envolvendo assim todos ao seu redor. Quando a menina tem o primeiro contato com a empregada do Capitão, e cozinheira da casa, a bela Mercedes, a qual tem um envolvimento com os guerrilheiros e infiltrou-se na casa, para colher informações e levar mantimentos roubados.
Logo Mercedes percebeu que aquela menina solitária, de sentimentos nobres, precisava urgentemente de um ombro amigo, pois o seu olhar, e suas expressões demonstravam uma grande falta de afeto, já que a mãe era uma pessoa totalmente reprimida pelo autoritarismo do marido, que não deixava esboçar seus sentimentos de carinho. Assim Mercedes fez uma grande amizade com a garota, substituindo com isso os cuidados da mãe, e se envolvendo nas suas histórias.
Opinião / Comentários
O que me chama atenção neste filme é o fato da menina Ofélia se dedicar muito a leitura de fatos e fábulas, sendo, muitas vezes,  repreendida por sua mãe por viver uma vida solitária e fantasiosa,  contudo  ela não leva muito em conta, pois este é o mundo dela.
A complexidade maior dessa história é constatar lado a lado  dois mundos totalmente inversos, onde a guerra e a violência imperam de um lado, enquanto do outro: a magia, o amor, a fantasia com figuras mitológicas, em um mundo imaginário no qual tudo é possível, com o desenrolar de uma história de princesa.
Relevância e Recomendações sobre o filme
 Excelente filme: nossa atenção fica presa ao próximo capítulo, pois a cada cena, mesmo sendo uma fantasia com a realidade, transparece a leveza da emoção e do sentimento de amor. Esse filme serve para que possamos refletir sobre a nossa visão de mundo. O diretor destaca de forma distinta a paz e a guerra juntas, a inocência e o amor, a perversidade e a agonia da guerra.
A relevância dessa história é de uma grande importância no contexto socioeducativo, por sua inspiração e riqueza de detalhes. Mostra a simplicidade do amor e do cuidado com o seu semelhante, destacando o fato da menina no final da história ter feito aquela junção da vida com a morte, dando o seu próprio sangue no lugar do irmãozinho. É um filme criativo que fornece assuntos para viajarmos.

Raimundo Nonato Alves do Vale
Tecnólogo em horticultura TH-11

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Pessoal, que maravilha. Hoje, recebi de Ítalo Ramon um texto bem interessante sobre Caprinocultura Orgânica – Carne Orgânica. Vejam como o nosso blog amplia seus objetivos e anima a todos para que participem com suas produções textuais em prosa e/ou versos.

Caprinocultura Orgânica – Carne Orgânica
O sistema orgânico de produção de carne certificada (orgânica) é aquele em que são adotadas tecnologias que façam uso sustentável dos recursos produtivos, com preservação e ampliação da biodiversidade do ecossistema local, conservação do solo, água e ar. Além disso, deve ser independente em relação a fontes energéticas não-renováveis e eliminar os insumos artificiais tóxicos, como os agrotóxicos, organismos geneticamente modificados e outras substâncias contaminantes que possam prejudicar a saúde da população e o meio ambiente.
Na aparência, a carne orgânica assemelha-se às carnes bovinas convencionais encontradas facilmente nas casas de comercialização. A diferença está no modo de produção, que garante um produto de qualidade biológica muito superior.
Ao adquirir carne orgânica certificada, o consumidor tem a garantia de que está levando para casa um alimento completamente isento de resíduos químicos, pois a carne é produzida da maneira mais natural possível, com os animais sendo tratados principalmente com medicamentos fitoterápicos e homeopáticos, vacinados e alimentados com pastos isentos de agrotóxicos. O processo de produção desta carne diferenciada garante o consumo de um alimento com segurança biológica e saudável.
Além do cumprimento da legislação ambiental, a certificação exige a proteção de nascentes e de corpos d`água, proíbe a utilização de fogo no manejo das pastagens, e por ser um sistema que proíbe o uso de agrotóxicos e químicos, evita a contaminação do solo e dos recursos hídricos localizados dentro da unidade produtiva.
O Brasil tem um histórico de aproximadamente 10 anos na produção de carne orgânica, mas só nestes últimos três anos a cadeia produtiva vem se estruturando comercialmente. O objetivo é atender à demanda cada vez maior por alimentos que garantam a segurança alimentar, a proteção ao meio ambiente e a dignidade social.
Bom pessoal, isso é para nos ligarmos um pouco a produção de Alimentos Orgânicos de Origem Animal como no caso a carne, mas também poderia ser o leite, ovos e etc., pois na maioria das vezes ligamos a produção orgânica apenas para a agricultura sendo que na pecuária também temos essa linha de produtos

Italo Ramon Cavalcantes de Carvalho
Tecnólogo em Agroecologia – TA01

CRÔNICA INSPIRADORA

O SONHO DE UM ESTUDANTE

Naquela tarde, o jovem desperta de um sonho e olha ao redor, ainda se encontra em seu quarto. Tempo depois, sai de sua residência em direção a escola. Encontra um amigo e na conversa pergunta o que ele quer ser quando concluir os estudos.
- Penso em ser um famoso escritor. – diz o amigo, entusiasmado.
- Sonhei sendo médico veterinário, que é impossível.
- Por quê? É só estudar
- É que não tenho tempo de estudar. Como meus pais não têm condições financeiras, tenho que ajudá-los no sustento da família. Trabalho numa loja de produtos agrícolas.
 E conta sua historia, veio de família humilde. Seus pais sobrevivem da agricultura, além dele ser filho adotivo. Tem três irmãos ainda menores. Revela que vive uma vida muito difícil e não acredita que um dia estará na profissão desejada. O dinheiro que ganha não dá pra quase nada, tampouco para suprir as suas necessidades
-Viver bem? Outro engano
- Você não é feliz?
- Agradeço a Deus por tudo que tenho, mas feliz, acho que não sou. Sonho em tirar meus pais do serviço pesado, puder dá a eles uma vida digna e futuramente ter sucesso na minha carreira.
-Então, por enquanto que o futuro não chega, sonhe, estude e vá em frente!
- É essa a minha meta. Tudo vai dar certo, começando pela prova de hoje que não estudei
O amigo rindo ironicamente diz:
- Boa sorte!


Turma: Curso Horticultura – TH 11
RAIMUNDO NONATO,
BRUNO HENRIQUE
E MATHEUS ALENCAR.

Produções Textuais Coletivas em Sala de Aula: Por que as Crônicas?

POR QUE AS CRÔNICAS?


A Crônica é uma história que se aproxima do conto, sobretudo entre os contemporâneos quando o conto se dissolveu perdendo as tradicionais características do começo, meio e fim. Recordar os fatos e contá-los são ações rotineiras do ser humano.O assunto na crônica é um fato não muito relevante. Pode tratar de política, de religião, de esportes ou de violência social.

A crônica oscilia entre a Literatura e o jornalismo, por ser o resultado da visão pessoal e subjetiva do cronista ante um fato qualquer, colhido no noticiário ou no cotidiano. É um GÊNERO HÍBRIDO E OSCILANTE.

Ao acreditar nessas informações para que o processo de produção escrita ocorra com mais frequência é que ontem em sala de aula, revistamos a crônica O Homem Trocado de Luís Fernando Veríssimo - grande cronista brasileiro que se aproveita de um assunto banal, vulgar, comum, e lhe guarnece de um evento digno de uma epopeia. Isso produz um efeito incrivelmente humano, um resultado irresistível de comicidade(AGUIAR,2010:119).  A atividade foi realizada em pequenos grupos, após a leitura do texto de Veríssimo. Em seguida, fiz uma apreciação dos textos para serem digitados e postados aqui no BLOG TEMPO DA PALAVRA. Agora, esperaremos os comentários dos nossos seguidores.

PRODUÇÕES TEXTUAIS  COLETIVAS

TEXTO 01:
AQUELA CARONA MALUCA
Autoras: Aline Duarte de Miranda, Ana Lúcia de Oliveira Borges e Mayra Magda Moraes Silva
Turma: Agroecologia – TA 01


Numa dessas últimas semanas, estávamos no ponto da faculdade, esperando uma Van para irmos embora. Daí aparece um motorista e para pra gente.
-BLZ
-Vamos...  -  Disse uma a outra.
-Moço, o Senhor vai para o centro..
-Vou sim!
Falei para a colega “  Você vai na frente!
O carro era novo e tinha ar, logo que sentamos o motorista ligou o som com umas músicas bem agitadas. O interessante é que ele era um senhor de uns 50 anos e o carro estava todo cheio de plantas topográficas.
De repente agarro na poltrona e começo a tremer... , o carro ia a 180 km/h e o homem freava   em cima dos outros que estavam na frente.
 O percurso do IF- Zona rural para o centro da cidade dura mais ou menos trinta minutos, nessa carona tiramos em quinze.
 A velocidade era tamanha que já estava começando a orar para o veículo parar.
- Enfim, chegamos!
- Meu Deus, muito obrigada!  - Disse minha amiga.
- Ufa! Sobrevivemos.
- Nunca mais, nunca mais pego carona com estranhos.

 TEXTO 02
Em uma noite no River Shopping, um rapaz viu uma bela morena e resolveu "flertar". Foi até ela e lhe perguntou:

- Seu pai é padeiro?
Ela logo respondeu, surpresa:
- Não, por quê?
-Porque você é um sonho.
A moça com frieza,  logo rebateu:
- Seu pai é paleontólogo?
O rapaz desenformado e feliz rapidamente respondeu:
-Não, por quê?
A moça com um sorriso irônico estampado no rosto disse:
-Porque você é um pré-histórico.

O rapaz deu as costas para a bela morena, e foi embora, com a certeza de nunca mais falar besteiras perto de uma mulher.

Alunas: Priscilla Silva e Luana Carla.
Tecnólogas em Agroecologia -TA-01



A Revolução da Agricultura - Aline Duarte - Agroecologia TA01

 A revolução da agricultura
  A agroecologia vem propor uma agricultura ecologicamente correta, socialmente justa, e altamente sustentável. Em contrapartida com a agricultura convencional, que se iniciou após a segunda guerra mundial, Revolução Verde, que através de métodos, aderidos a essa agricultura, fazem com que muitos morram, ou se contaminem com o veneno.
No início de tudo não havia tantos modos de como se plantar uma cultura. Não sabiam do quanto o Brasil é extenso e diversificado na sua flora, fauna e etc. Antes, as práticas da agricultura eram mais simples e saudáveis. Sentia o cheiro da terrinha molhada, o cheiro do feijão cozinhando, do cafezinho à tarde entre outras coisas. O único segredo era conhecer a terra, e o que se estava plantando. E hoje, a agronomia, por um modelo convencional, vem destruindo tudo aquilo que era tradicional, essencial no meio urbano em uma agricultura.

Veio a Revolução Verde depois da Segunda Guerra Mundial, que utilizava os agrotóxicos, venenos, para matar as plantas, podendo observar os soldados escondidos nas árvores. E para não jogar todos esses produtos no “lixo”, colocaram no mercado como fonte de nutrientes para as culturas. Muito do que se come hoje tem no mínimo uma porcentagem desse “nutriente”, que leva a muitos um câncer entre outras doenças, levando a morte.

Apesar de todo esse histórico, a agroecologia vem propor a mudança, no modo de observar a natureza, a não usar venenos, retomando o quanto a agricultura tradicional é saudável e importante para a vida. Muitos pensam que é uma filosofia, mas ter saúde, se sustentar com aquilo que se planta e vende, e não destruir a natureza, não é uma ideologia, mas um comportamento de alguém que se importa com a sua geração, com as futuras e com o planeta.

Aluna: Aline Duarte de Miranda  - TA 01

TEXTO 2

Por que o mundo está do jeito que está?

A vida corriqueira; a falta de atenção, de perdão, de compreensão, leva pessoas a terem atitudes não agradáveis. Famílias desestruturadas, filhos violentos, maus tratos em todo lugar! E as pessoas cada vez mais se tornam egoístas, só pensam em si próprias.

Em um vídeo no youtube, mostra uma criança de apenas 03 anos, sendo atropelada por uma van, muitas motos etc. Mas o interessante, é que ninguém o socorre, só depois de muito tempo, uma mulher vem, e o percebe, levando-o com emergência ao hospital. Isso mostra o quanto vivemos inseridos em um mundo descartável, ninguém liga para ninguém.

Os pais trabalham muito para dar sempre o melhor a seus filhos, e isso não é errado. Mas o carinho, a atenção, o amor, é o mais importante em uma família. Já prestou atenção como os animais irracionais cuidam dos seus filhotes? E nós, seres racionais, temos zelado pelos nossos filhos, amigos, familiares?

Estamos inseridos em mundo, onde as pessoas são como coisas, e são descartáveis. Portanto, é necessária uma avaliação de como vivemos, lidamos com a vida, o que estamos fazendo dela, pois a vida é como uma chama, que a qualquer momento pode se apagar. E o que deixamos como marca da nossa geração?
Aline Duarte - TA 01

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

O Curso Superior de Horticultura no Instituto Federal Sertão PE - Zona Rural na perspectiva dos alunos

Horticultura

Horticultura é um dos cursos oferecidos pelo Instituto Federal Sertão PE o qual estuda as técnicas de produção econômica de plantas. Visa sempre a formação de grandes profissionais, para que num futuro próximo cada um deles venha a contribuir com a melhoria na qualidade de produção, e também no sentido de melhor preservar a natureza. Sendo que tanto na questão da qualidade, quanto na preservação da natureza, o graduando será um intermediador, pois ensinará ao produtor e este fará acontecer, mas com uma boa orientação deste. (Descrição de detalhes)

O curso está melhorando a cada ano, por mais que seja novo, pois substituiu o curso de fruticultura irrigada,  e mostra vantagens em relação não só a fruticultura, mas também em relação aos cursos como agronomia. Em relação à agronomia, os alunos saem com o mesmo potencial dos agrônomos formados, isso com menos tempo na formação. Os profissionais formados em horticultura podem assinar Certificado Fitossanitário de Origem (CFO), o que é um grande benefício do curso. Além disso, é feito em um menor período de estudo se comparado com outros da mesma área, buscando, acima de tudo, qualidade profissional.  (Confronto)

O curso de horticultura da Instituição Federal realiza parcerias com empresas e providencia vários estágios para melhor preparar os profissionais. Além desses estágios, surgem muitos cursos de aperfeiçomento, tais como inglês, espanhol, informática, entre outros. Além do apoio que o aluno tem, pois se o aluno mora longe, ou tem qualquer outro problema com locomoção, ele terá todo apoio para continuar cursando não só horticultura, mas qualquer outro curso. Esta região é bastante promissora nesta área, tendo em vista o desenvolvimento e a modernização da agricultura por todo o vale.  (Enumeração)

A graduação está cada vez mais concorrida, não só por pessoas que já vivem na área da agricultura, mas também por pessoas que querem aprender sobre a mesma. Outro fator da procura é a intenção de se obter uma profissão que traga uma rentabilidade elevada. (Razões)

-  Gleuber Gonçalves
Horticultura TH11

domingo, 6 de novembro de 2011

Agroecologia: Uma nova tecnologia

A agroecologia aos poucos está ganhando destaque no Brasil e no mundo, pois cada vez mais as pessoas estão se conscientizando da importância de produzir alimentos saudáveis, de uma forma que o meio ambiente não venha sofrer alterações. Baseado nessas informações é que os grandes agroecólogos estão trabalhando para resgatar processos ecológicos e integrá-los com o manejo de agroecossistemas sustentáveis.

Por outro lado, a Agronomia precisa ser cada vez mais unida aos princípios agroecológicos básicos na prática da agricultura orgânica, ou seja, a constante busca por um reequilíbrio ecológico nos sistemas produtivos agrícolas para que se tenha resultado positivo neste método de produção. É necessária uma condição bem favorável ao meio ambiente, visto que, recursos naturais venham ser recuperados das alterações sofridas ao longo do tempo.

O sistema agroecológico de produção é bem diferente do sistema convencional, pois a agroecologia ao contrário da agronomia, visa um manejo mais adequado, ecológicamente falando, pois uma grande preocupação dos agroecólogos é a preservação dos recursos naturais do ambiente de produção. Além de se preocupar com a natureza, esse meio visa uma produção de forma sustentável, saudável e em larga escala, o que seria possível com um alto nível de tecnologia.

Ao visar o futuro, o mercado agroecológico precisará de profissionais qualificados para atuar na área, pois este método necessita de idéias inovadoras, para que o manejo do sistema seja o mais eficiente possível. Pensando nisso é que as pessoas  buscam na agroecologia alternativas para tornar os agroecossistemas mais explorados.

Existem grandes possibilidades de essa nova tecnologia obter resultados positivos, mas para que isso aconteça tem que existir um maior empenho da humanidade para que a agroecologia possa se tornar algo real, e bem próximo de todos e não mais um assunto debatido, aceito e esquecido pela sociedade. É necessário que os seres humanos se conscientizem da necessidade de manter a integridade do meio ambiente e uma das principais formas de alcançar esse objetivo é concretizar o que para muitos ainda parece abstrato, pois talvez assim o homem entenda que ele depende  da natureza para sobreviver.
 Ianderson - Agroecologia - TA 01



Agroecologia

A agroecologia é uma ciência que busca conhecimento teórico e prático para que possa suprir a necessidade alimentar de milhões de pessoas, e com isso trazer o beneficio de uma vida mais saudável a toda população.
Agroecologia é a ciência para o futuro sustentável, Isto porque ao contrário da forma convencional ela estuda a realidade com intuito de preservar o meio ambiente e também trazer melhor qualidade de vida.
            Já os modos convencionais visam acima de tudo o lucro, sem ter a mínima preocupação com meio ambiente e com as pessoas que tem baixas condições financeiras, que acabam sofrendo com o uso irregular de agrotóxicos e isso acaba gerando varias doenças e  trazendo danos muitas vezes irreversíveis para a natureza.
A agroecologia contem conhecimentos diferentes, ela se baseia na ciência moderna, mas principalmente nos conhecimentos e experiências dos próprios agricultores que cultivava plantas sem qualquer uso de agrotóxicos, ela também estuda o conhecimento social, que permite tanto a compreensão e análise do modelo do desenvolvimento e de agricultura convencional, como ajuda a desenhar novas estratégias para o desenvolvimento rural sustentável.
Ela esta sendo um poderoso instrumento de quebra contra a agricultura convencional, porém ainda há um longo caminho para ser percorrido, Mas enfim é preciso mostrar que o processo de transição da agroecológica é de uma enorme complexidade porque exigem uma grande tecnologia, investimento, e colaboração de todos,Pois engloba uma enorme agroindústria,no qual visam acima de tudo o lucro,e que ainda não aceitam a idéia de uma agricultura que pense primeiramente no meio ambiente e em toda população,pois para haver um novo mundo, temos que transformar antigas cabeças.


Pablo Henrique M. Costa
Turma: TA 01
IF-SERTÃO

Reflexões dos alunos sobre a temática da carta de Zygmunt Bauman: " Sozinhos no meio da Multidão"

Sozinhos no meio da multidão

Parece ser impossível que alguém se sinta só, nos dias de hoje, mas acontece, pois a interação social existe, mas é exclusiva àqueles que querem se comunicar. O relacionamento pessoal algumas vezes não é predominante, principalmente na classe jovem.
O mundo evolui de forma impressionante e junto a essa evolução vem a pressão interior do jovem sobre sí mesmo. Surgem difíceis questões sociais como, por exemplo, a profissão que deve seguir, se a sua personalidade lhe trará boa convivência etc.
O tempo vai passando, a preocupação aumenta e somente aquele que consegue decidir o que realmente quer, se torna pessoalmente realizado, caso contrário, estará sempre “off-line” na sociedade moderna.É uma questão de ser ou não ser.
Claro que existem influentes motivos para que alguém se ache só; como relações familiares, escolares, profissionais entre outras. Em sua própria casa por exemplo, encontra conflito entre os pais e a falta de dialogo familiar. A situação acadêmica também pode representar problemas para alguém. Ou até mesmo no trabalho, que além de exigir bom desempenho e uma grande responsabilidade é mais um local onde o  indivíduo pode encontrar situações adversas em seu relacionamento.
Na atualidade, as redes sociais são fator de grande influência na realização pessoal e bem estar de muitos adolescentes, pois elas conseguem fazer de pessoas virtuais presentes, mesmo quando estão ausentes, alguns usam isso como estímulo de vida, um ponto positivo, uma vez que, “somente aqueles que falam serão notados e ouvidos perante o novo mundo”.
O mundo moderno tem característica persuasiva, pois às vezes induz a muitos fazerem algo por pura pressão; é também polifônico, devido ao fato de possuir muitas vozes positivas e negativas rodeando o ser. Deve-se ter força de vontade, capacidade de interação e mente bem aberta para todos os fatos sociais, caso contrário, será sempre um “sozinho no meio da multidão”.

JOSÉ PEDRO DIAS (TA 01)

sábado, 5 de novembro de 2011

Troca de Hábitos



Os avanços tecnológicos tem trazido muitos benefícios para nossa vida, facilitando cada vez mais o nosso meio de comunicação, o que antes era difícil, hoje torna-se fácil e descomplicado.
A jornada desse mundo virtual que vivenciamos nos mostra que nunca estamos sozinhos, e sim desconectados, pois se sabe que basta apenas um click para sintonizarmos com milhares de pessoas.
 Esses meios de comunicação oferecem diferentes etapas e escolhas a se fazer. Como as crianças que estão trocando as brincadeiras de roda, a amarelinha por aparelhos eletrônicos, por jogos on-line, os jovens em vez de desabafar seus problemas com algum amigo, preferem expor seus sentimentos e angústias nos perfis de redes sociais. Essa modernização vem cada vez mais roubando os velhos costumes e hábitos.
Esta droga que nos viciamos, está tomando conta uniformemente de nossas horas vagas, e fazendo com que perdemos a capacidade de saber como é bom sair e conversar com um amigo, de ir tomar um chá na casa de um parente, de ficar cara-cara com outras pessoas.
Os comandos vão estar sempre disponíveis para nós, mas aquele momento que perdemos de compartilhar com alguém, não volta. Cabe sabermos administrá-lo de forma correta para que ele não interfira na vida real que possuímos. A vida pode não ser a festa que esperávamos que fosse, mas uma vez obtida, resta-nos fazer com que valha a pena viver.

Jusimara Cordeiro - TA 01

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

TEXTO 2: Inversão de Valores


Inversão de valores

   A era digital em muito contribuiu a acessibilidade às informações, que antes não era possível, a artigos e etc. Também trouxe brincadeiras on-line, da qual não é preciso exercício físico, a desunião entre muitas famílias, perdendo a comunicação entre eles, tendo assim uma inversão de valores.
   A informática trouxe muito benefícios para os indivíduos, no estudo, na pesquisa por artigos, daquela receita velha, porém, isso acaba afetando outras coisas, que para muitos era primordial, como brincar de roda, de esconde-esconde na rua entre outros. E todas estas brincadeiras foram transferidas para uma tela de computador, na qual muitas das vezes é preciso os pais brigarem com os filhos, para sair dos jogos on-line.
   A comunicação das famílias, antigamente, era bem mais vista do que hoje. Antes as  famílias se reuniam  ao redor da mesa para todos jantarem, almoçar, tomar café, tendo momentos de compartilhar o que aconteceu no dia, e atualmente, é visto cada integrante da família para um lado, um assistindo televisão, outro no celular, outro no computador.
   Tudo que foi citado, portanto, mostra o quanto os princípios foram invertidos. O que ontem era absurdo, hoje é normal. O que ontem era brincadeira, hoje é “cafona”. O capitalismo trouxe benefícios e malefícios também, pois é observado que para se obter certas coisas, é necessários abdicar de outras.

Por: Aline Duarte de Miranda
TA01   - Agroecologia -IF Sertão PE