terça-feira, 27 de dezembro de 2011

O lado poético de Bárbara Roscelis - Horticultura


Às vezes me prendo a um sentimento 
só coisa de momento, que a depender 
do tempo, leve tempo pra sarar
Às vezes, só às vezes..

Às vezes quero voar,
junto com o leve som da brisa cantarolar
em meio ao nada gritar 
Às vezes, somente às vezes ..

Às vezes procuro entender das coisas da vida
o porquê, mesmo sem nenhuma resposta achar
e me retorno a perguntar
Às vezes, só às vezes ..

Às vezes penso que poeta não sou
Sabendo que de rima e verso vou
que de letra a palavra um poeta se faz 
Às vezes somente, só!

Bárbara Roscelis Nascimento
TH 11

3 comentários:

Alef Braga disse...

Às vezes penso que poeta não sou
Sabendo que de rima e verso vou
que de letra a palavra um poeta se faz
Às vezes somente, só!
(Adorei essa parte)

É incrível a forma como você escreve, tão única.
Gostei muito!

Emanuelly disse...

gostei muito do poema e lindo me faz refletir principalmente esse trecho com o qual me identifiquei
" Às vezes quero voar,
junto com o leve som da brisa cantarolar
em meio ao nada gritar
Às vezes, somente às vezes .."

Emanuelly disse...

gostei muito do poema por que me identifiquei muito com ele, alem de me fazer refletir principalmente esse trecho "Às vezes quero voar,
junto com o leve som da brisa cantarolar
em meio ao nada gritar
Às vezes, somente às vezes .."