terça-feira, 27 de dezembro de 2011

O tecnólogo em Horticultura deve ser um instrumento social e contribuir com a construção de uma consciência moral no uso de recursos ambientais. Esta é a principal contribuição da reflexão feita por Bárbara Roscelis


Horticultura  -  Tecnólogo e as mudanças na consciência dos recursos

O trabalho de um Tecnólogo em Horticultura se resume a princípio a conhecer e participar direta ou indiretamente, analisando as técnicas de produção, preparo e consumo dos alimentos cultivados pra uma melhor qualidade de produção, visando sempre à preservação dos recursos naturais e do meio ambiente como um todo.
Mais muito, além disso, o Técnico deve ser um instrumento social que leve informação e conhecimentos as pessoas e ajudar a construir uma consciência moral da finidade dos recursos e os melhores meios de serem utilizados. Buscando planejar e criar novos meios de gastar menos e reutilizar mais, como no vídeo “A historia das coisas” mostrou que a natureza paga um preço muito alto com a quantidade de recursos desperdiçados nesse sistema Linear de setores primário, secundário e terciário e a mentalidade das pessoas de consumismo, pregado pela mídia “de criado para ir pro lixo” onde é consumir cada vez mais sem necessidade e leva como consequência ao desperdício.  É trabalho do Tecnólogo implantar uma nova mentalidade de equilíbrio e sustentabilidade a sociedade, principalmente aos agricultores que fazem parte diretamente desse processo, ensinando a respeitar os períodos de carência dos defensivos agrícolas, melhor manuseio da terra e seus meios sem agredir tanto ao solo,através de aprimoramento,aplicação e pesquisa das tecnologias agrícolas.
Planejamento e instalação de sistemas de drenagem e irrigação para melhor reaproveitamento da água, implantação de técnicas como a Hidroponia que é um plantio em meio aquoso e minerais, sem o uso do solo,  em ambiente protegido. Uso de inseticidas seletivos e inimigos naturais para poupar insetos polinizadores e animais que façam bem pro plantio.
Com a divulgação de uma política de química verde, incentivando pesquisadores de Indústrias e Universidades a desenvolverem tecnologias empregando seus princípios para redução dos químicos sintéticos que são verdadeiros tóxicos nocivos à saúde humana. Encontrar novas perspectivas para o lixo seu manuseio e reciclagem.
Apesar de o sistema aparentar ser linear, na verdade, é um ciclo rotatório no qual começa pela natureza e o homem passando por vários processos e voltando pra natureza-homem. Assim, quando se afeta diretamente a natureza, na verdade o que esta sendo afetado é o próprio homem! Afinal, a natureza é o meio pelo qual o ser humano se utiliza pra viver, acabando com os fins pelos meios. Já se tornou mais que visível e necessário que ocorram mudanças de hábitos das pessoas e que talvez comecem ou pelo menos isto faça parte do Tecnólogo.
                                                Turma:   TH 11         
                       Aluna: Bárbara Roscelis Barbosa do Nascimento

Nenhum comentário: