terça-feira, 26 de junho de 2012

O aroma natural do Instituto Federal Sertão PE - Campus Rural



O exercício foi gratificante e trouxe o desejo de realizar práticas de linguagem em outros contextos de aprendizagem. Compartilho com os colegas esta experiência porque, muitas vezes, nós, do ensino de Ciências Humanas delimitamos nossas estratégias de Ensino ao espaço acadêmico, teórico, quando nossos estudantes querem outras possibilidades.  Professora Antonise - 26/06/2012.



Deus em sua magnitude nos presenteou com todas as maravilhas que ele criou; e deu ao ser humano a alegria de está inserido a todas essas maravilhas.
Segundo São Francisco de Assis, devemos admirar o belo e foi assim que fizemos, e saímos do nosso eu, do nosso egocentrismo, da sala de aula, e fomos além mar. 

Percorremos o campo, contemplando cada criação de Deus, das pequenas coisas até as grandes, e percebemos que cada uma é especial e tem seu papel na vida, na mãe natureza, cada uma tem seu brilho, sem sobrepor o outro.

O encanto e aroma matinal traziam um ar de reflexão e paramos para escutar o vento a embalar as plantas, senti-lo tocando na nossa face; escutar o cantar dos pássaros, ouvir o som da água, que esta a correr, e aprender assim como ela, que a nossa vida devemos contornar os problemas e não parar diante deles.

Débora Samira - VE 07

2 comentários:

Pequena Morena Nordestina disse...

Gostaria tanbém que fosse assim...

Jose Paulo disse...

Parabens pelo texto que otimo .Esse tipo de passeio e bom para acabar com estresar.