quinta-feira, 24 de abril de 2014

Necessidade de interação entre jovens da Escola Nossa Senhora Aparecida e IF Sertão PE - Campus Zona Rural

PROJETO DE EXTENSÃO DO BLOG TEMPO DA PALAVRA REALIZARÁ AÇÕES NA ESCOLA NOSSA SENHORA APARECIDA NO NÚCLEO N4 EM PETROLINA

O  Blog Tempo da Palavra como ferramenta de educação traz a possibilidade de  interação entre ensino, pesquisa e extensão ( com a comunidade vizinha - Perímetro Urbano do N4 em Petrolina. A consolidação como Projeto de Extensão se dará ao realizarmos atividades de interconexão com comunidades ( a real e a virtual)  que se agregam por estarem interessadas em assuntos comuns: a adolescência, a violência, a busca pela profissionalização, entre outras temáticas da vida desses jovens e não somente entre o professor e o aluno-autor da produção textual. 

O Campus Petrolina Zona Rural do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Sertão Pernmbucano se insere no desafio de articular a aprendizagem e a apropriação da linguagem, para as quais o uso do blog Tempo da Palavra (www.palavraenergica.blogspot.com)  tornou-se o meio digital adequado, como também o objeto didático nas aulas de linguagem, visto que o mesmo está atrelado aos gêneros textuais que circulam na sociedade, alteram as propostas curriculares e possibilitam a implementação da transdisciplinaridade em diferentes aulas, tais como Geografia, Agricultura, Caprinocultura, Suinocultura, Irrigação, Filosofia, Artes, etc.

Vamos comentar nossas publicações!


O Blog Tempo da Palavra é aprovado como Projeto de Extensão no IF Sertão PE Campus Zona Rural Petrolina: Atividade Institucional


Espaço de autoria, linguagens, cultura e interação da Juventude no Campus Zona Rural Petrolina do Instituto Federal Sertão Pernambucano.

O ambiente digital do blog intitulado Tempo da  Palavra foi criado com o propósito de ser mais uma ferramenta pedagógica do ensino de literatura e de linguagem, ao dar continuidade à aprendizagem da sala de aula, promover discussões sobre temas polêmicos exigidos no ENEM e do cotidiano do aluno. Este Projeto de Extensão no Campus Zona Rural – Petrolina do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, desde 2010, ano de sua implementação, teve postagens para além da correção da professora e das fronteiras de sua aplicação, como a inserção de  atividades lúdicas, debates, filmes. As propostas realizadas em sala de aula, os eventos culturais ocorridos na escola, os textos e imagens comentados no blog atuam na produção de sentidos da juventude conectada com o mundo, na forma de ver a família, a sociedade e a si mesma. É um processo de construção de subjetividades dos jovens e de relações disputadas por comentários que devem ter continuidade e expansão com a participação de estudantes de uma escola pública municipal  por meio de oficinas pedagógicas e com o apoio sistemático da bolsista ao longo do Projeto. Portanto, toda essa apropriação constrói novos modos de existência juvenil a qual, certamente requer, posteriormente, um trabalho de pesquisa articulada à análise do discurso e da etnografia educacional ( netnografia ).

Com os alunos do PRONATEC DE AGROINDÚSTRIA  num
 momento inesquecível de nossas aulas.



 Estamos muito felizes com a Aprovação do nosso Projeto!

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Roteiro de Avaliação: para o aluno se tornar revisor do próprio texto



Os alunos do 2º ano do Ensino Médio em Agropecuária utilizarão este ROTEIRO DE AVALIAÇÃO DE PRODUÇÃO TEXTUAL na produção de contos.

Roteiro de revisão com o objetivo de oferecer suporte ao aluno para se tornar um revisor do próprio texto, pela observação mais detalhadas dos tópicos analisados. O modelo para uso em textos narrativos, crônicas:
 


ROTEIRO DE AVALIAÇÃO
AVALIAÇÃO


1.    Os fatos da história estão ligados ao problema do personagem ou personagens principais?

  AUTOR
LEITOR (O professor ou colega)
2.    Nas falas, o autor utiliza travessão  ou aspas para dar voz às personagens?



3.    Você escreveu frases claras e completas para que o texto seja coeso e coerente?


 
4.    Você escreveu corretamente  todas as palavras e sinais de pontuação? Observe a linguagem, o uso de expressões coloquiais ou gírias.



5. Percebe a presença da intertextualidade, de figuras de estilo, de ironia para que o texto fica mais interessante?



6.     De que maneira você pode melhorar a reescrita de sua história?




quarta-feira, 2 de abril de 2014

Biblioteca do Campus Zona Rural: lugar acolhedor para leitura e estudos. Análise da Estrutura do Conto de Mia Couto


O exercício de interpretação do Conto " O dia em que explodiu Mabata bata " de Mia Couto, autor africano, inicia-se com a estratégia de seleção, leitura silenciosa e, em pequenos grupos, e análise dos aspectos: narrativos, enredo, o foco narrativo, os conflitos psicológicos vividos pelas personagens. A atividade de compreensão do texto objetiva lograr alcançar 'o miolo' dos seus sentidos e intenções      ( ANTUNES,2010); Além disso, os textos do livro de Contos Africanos para Países de Língua Portuguesa - Editora Ática - remetem os leitores para diferentes contextos geográficos e culturais, promovendo, o conhecimento específico de determinadas regiões de Moçambique e Angola.



 Mário César, aluno da turma 4206 com os colegas na leitura do conto " O dia em que explodiu Mabata bata" de Mia Couto
 

Leonardo e Bruna Luísa

O LIVRO DE CONTOS AFRICANOS DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA DA EDITORA ÁTICA É ACERVO DA NOSSA BIBLIOTECA DO CAMPUS ZONA RURAL.


 
 
Jaqueline Gomes e Jamis Ribeiro durante a leitura do Conto

Radamés, com boné amarelo e os demais colegas: Antônio Hugo, Aureo Caíque, Alexandre.

Janaíne e Josyely com os colegas Igor e Matheus
Clodoaldo Breno, usando o computador e Gabriela, Isabela e Allison Andrei


Leitura Atenta do Conto de Mia Couto.

terça-feira, 1 de abril de 2014

Este é o espaço de autoria na prática de aprendizagem no Campus Zona Rural - Petrolina



A ALUNA GABRIELA CRISTINA ESCREVEU UMA CRÔNICA MOTIVADA PELO AMOR AO PAI. A POSTAGEM FOI NO DIA 24 DE MARÇO DE 2014. LOGO DEPOIS, ELA NOS ENVIOU ESTA BONITA FOTO AO LADO DO PAI. NOTA-SE A ALEGRIA DESTA JOVEM E POR ISSO, INCENTIVAMOS AOS DEMAIS ALUNOS QUE ESCREVAM SUAS HISTÓRIAS DE VIDA.

 ESTE É O ESPAÇO DE AUTORIA NA PRÁTICA DE APRENDIZAGEM E PARA TERMOS SUCESSO, OS NOSSOS ALUNOS PRECISAM COMENTAR AS POSTAGENS. Um grande abraço. Professora Antonise
Gabriela Cristina, aluna do 2º ano - Turma 4206 -  Ensino Médio Agropecuária
com o pai dela, Sr. Josevaldo dos Santos.