terça-feira, 24 de março de 2015

Cartas Descritas: Aborto

Estudantes da Turma 3221, escrevem uma Carta falando a pessoas consideradas por eles importantes como Cantores renomados e Autoridades brasileiras a respeito do aborto. Levando em consideração a questão de que pode ser crime previsto por lei na constituição. Gerando diversas opiniões, alguns destes alunos se mostram contra ou a favor do aborto,o que torna esse assunto alvo de discussões tão polêmicas.   

Petrolina, 04 de Março de 2015.

AV. Ex.ª
Dilma Rousseff
Presidenta da Republica Brasileira.

Excelentíssima Senhora,
Sou membro da representação de estudantes na turma 3221 do IF-Sertão. Venho através dessa carta abordar sobre um assunto bastante polêmico, o Aborto. Em nosso país, exceto em casos de estupros ou quando a mãe corre sérios riscos de vida, este ato é proibido por lei. Existem também situações graves e irreversíveis, como a gestação na qual o feto apresenta graves problemas físicos ou mentais como a anencefalia. Mas apesar de ser ilegal sabemos que muitas mulheres, principalmente adolescentes recorrem ao aborto em clinicas clandestinas. Deste modo um número considerável destas mulheres tornam-se mais propícias a sofrerem complicações, dentre estas estão; hemorragias, infecções, perfurações abdominais, podendo assim desencadear uma infertilidade ou até mesmo a morte. Diante de qualquer situação sou contra o aborto, porque todos têm o direito à vida, seja ela quem for. Apesar disso não viemos a terra em vão, todos nós viemos cumprir alguma missão, então porque tiramos a vida de um ser inocente? Sei também que muitas mulheres e adolescentes abortam por causa de terem sido violentadas, seja pelo namorado, ou até mesmo temendo por causa da reação dos seus pais, mas não podemos justificar certos atos retirando o direito da vida. O ser em que estar sendo gerado não tem a mínima culpa do fato ocorrido, ele não pediu para ser gerado, simplesmente se encontra ali, além disso, essas mulheres foram escolhidas para ter o direito de serem mães, então porque rejeitar esse grande privilégio? Digo isto pois nem todas as mulheres têm ou teve a oportunidade de gerar um filho em seu ventre. Que estas jovens possam pensar e repensar sobre tal ato.
Diante dos argumentos colocados a cima para sua Ex.ª vim solicitar seu apoio como autoridade máxima brasileira contra o aborto, pois será muito útil para a população.
Desde já Agradeço o seu apoio!

Atenciosamente,

Mª Das Dores F. da Silva.



PETROLINA 04 de Maço de 2015 

Ao Senhor Roberto Carlos.

Caro Senhor Roberto Carlos, sei que é uma pessoa muito ocupada, mas o motivo pelo qual estou lhe escrevendo é de grande importância, e inadiável, se trata da legalização do aborto. É de interesse não só meu mais de grande parte da população brasileira, o aborto, assunto que vem tirando o sono de centena de jovens em todo o mundo. Deve ser tratado pelo povo não como um crime, mas como uma opção, pois toda pessoa tem o livre arbítrio tem o direito de optar por seu futuro. Quando tratamos do aborto como uma infração à lei, estamos não só jugando uma pessoa mais a proibindo de viver a sua vida, garantido um futuro desastroso por conta de uma gravidez indesejada. Venho lhe pedir para que o Senhor escreva uma música em defesa do aborto e se possível canta-la em seu show de fim de ano. Acredito que seu carisma e sua popularidade iram ser de grande importância nesta causa. Peço-lhe para que pense não só no sofrimento destes possíveis pais e mães mais também na própria criança, ou seja saber que é fruto de um deslize do passado, e que mesmo sem querer é o maior causador da infelicidade da aqueles que eram para ser seus super-heróis. Desde de já grato por sua atenção. 

Atenciosamente, Gean Carlos.



PETROLNA,04 DE MARÇO DE 2015 


Vossa Excelentíssima, Juíza.

Sou membro representante dos estudantes na turma 3221 do Instituto Federal do Sertão Pernambucano, venho através dessa carta lhe comunicar sobre o aborto no Brasil. 
Vossa Excelentíssima, venho por através dessa carta abordar esse tema que vem sendo muito comentado dentro da sociedade. O aborto por parte de mulheres, sejam jovens ou não, vem tirando vida de seres humanos, inocentes. Porém aqui no Brasil esse ato é permitido por lei para mulheres que sofreram estrupo. Estes casos são constantemente práticados por pessoas geralmente não experientes, que acabam causando a sua própria morte. Em clinicas clandestinas nas quais geralmente estas se encontram em estado de calamidade os médicos não estão habilitados e nem preparados para esses casos. A questão do aborto envolvem vários aspectos morais, éticos, legais, recomendadas ou induzidas pelos médicos para assegurar a saúde e segurança do paciente. O fato dessas mulheres que optam pelo aborto por falta de responsabilidade, de não se prevenir para não arrumar um gravidez, na qual muitos fetos inocentes são jogados fora ou em lixos, não tendo oportunidade de viver a vida. Este ato é extremamente traumático para os pais da criança, além de ser um ato maldoso, tirar vida de um indefeso bebê por estes motivo eu sou contra o aborto. 
Diante dos argumentos colocados acima expressos para Vossa excelência, venho solicitar seu apoio como autoridade para reafirmar as leis em prol da campanha contra o aborto. 


Atenciosamente, Agradecida por sua compreensão.

                                                                                                                        Solange Barroso Rocha.



Petrolina, 04 de março de 2015

À Vossa Santidade,
Papa Francisco.

Sou estudante, membro representativo da turma 3221 do IF-Sertão, venho através dessa carta lhe solicitar seu apoio contra o aborto no Brasil.
Sua santidade, o aborto no Brasil continua crescendo. Polícia fecha muitas clinicas clandestinas de aborto todos os anos no Brasil. O aborto pela igreja Católica não tem perdão. Para mulheres fazerem o aborto só podem estar cheia de sentimentos muito ruins e perturbada. Sim, sabemos que o aborto é uma coisa inexplicável que o diabo jogou ao mundo para destruir as famílias e as mulheres com o corações bons, e que o diabo quer é ganhar a alma boa do ser humano. Pessoas que praticam o aborto nunca se sentirão em paz, consigo mesmas. Ser contra o aborto, é procurar bons sentimentos, pois as pessoas que pensam dessa forma valorizam a vida e tem amor por ela.
A gravidez que é gerada por estrupo não é certo, porém o aborto também não. Se engravidou, a criança que está na barriga não tem culpa do que ocorreu, claro que o estrupo não é correto, mas é um bebê que apenas quer o amor e o carinho, precisa dos cuidados da mãe. Muitas mulheres no Brasil lutam para ter o “dom” de ser mãe, e muitas que tem o privilégio de ser mãe não o valorizam esse presente maravilhoso que Deus deu as mulheres, enquanto algumas destroem essa oportunidade de ser uma boa mãe, através do aborto.
No Brasil, uma em cada cinco mulheres já fez aborto até os 40 anos, segundo a Pesquisa Nacional do Aborto, feita em 2010. O estudo também revela que 55% das gestantes que realizaram o procedimento tiveram de procurar atendimento médico para finalizá-lo. Outro levantamento realizado em 2010 mostrou que, entre 1995 e em 2007, as internações por aborto foram as cirurgias mais realizadas pelo SUS, totalizando 3,1 milhões de mulheres. No Brasil, o aborto é considerado como crime contra a vida humana pelo código penal Brasileiro, que está em vigor desde 1984, prevendo detenção de um a quatro anos, em caso de aborto com o consentimento da mulher.
Diante dos argumentos colocados acima para sua Santidade, agradeço seu apoio na campanha contra o aborto.

Atenciosamente,
Maria das Graças Sena dos Santos.



Nenhum comentário: