segunda-feira, 8 de junho de 2015

REDAÇÃO CIENTÍFICA - ANÁLISE DO FILME: SIDEWAYS

Estudantes de Viticultura e Enologia fazem uma análise crítica do filme "Sideways - Entre Umas e Outras", um filme divertido que fala das belezas do vinho.

Foto da redação sobre o filme Sideways do Aluno Geilson Amorim. Turma: VE09

Fascinação pela enologia

Sideways trata-se de uma comedia-drama, que mostra de forma quase romântica a paixão que os personagens tem por vinhos. Miles é o típico divorciado inconformado, depressivo e que nem ao menos consegue emplacar um livro e amante dos vinhos. Uma semana antes do casamento de Jack, seu melhor amigo, Miles decide tirar uns dias de folga e presentear seu amigo com uma despedida de solteiro através de uma jornada pelas melhores vinícolas, do Vale de Santa Inez, na Califórnia, ensinando-o a gostar de vinhos. Os dois estão no auge da meia-idade, com personalidades totalmente diferentes, Jack querendo uma despedida e Miles que se encontrar na vida, os dois acabam se relacionando com duas mulheres. À medida que ele prova, aprende e ensina sobre os diversos tipos de vinhos da região, o personagem simpático e romântico, melancólico e frustrado, deixa seu alcoolismo, aos poucos, virá tona. Assim, sua paixão pela bebida não apenas permite que ele fuja da realidade através do álcool como também adiciona um toque de sofisticação a sua fascinação pela enologia. Miles explica a Maya, uma garçonete com quem acaba se envolvendo, por que aprecia tanto o vinho Pinot Noir, citando a fragilidade da uva e a necessidade de que o vinicultor saiba apreciar seu potencial, protegendo-a e valorizando-a. Maya revela sua compreensão sobre a personalidade de Miles. Ao descobrir que a garçonete está fazendo mestrado em horticultura, Miles expressa um espanto tão grande que, embora ele manifeste sua admiração pelo esforço da garota, se torna óbvio que ele a subestimara. Ao explicar de onde vem seu interesse por vinhos, Miles se apaixona pela moça.
Já Jack se revela ser um canalha egocêntrico que, em busca de satisfação sexual, não hesita em contar graves mentiras à amante, uma mãe solteira. Vulnerável, inconsequente, engraçado, criança, e incapaz de imaginar que seus atos possam ferir alguém. A certa altura do filme, quando chora e mostra toda sua vulnerabilidade, não é porque imagina ter ferido sua futura mulher, mas porque percebe que ele pode ficar infeliz se perdê-la.

Análise Critica:

Entre brigas e sorrisos, entre paqueras e acanhamentos, “entre umas e outras”, o diretor conseguiu passar em um filme, inúmeros sentimentos reais do ser humano. Acima de tudo, um anseio inexplicável por um simples gole de vinho. Principalmente se for um Pinot Noir.

MIRELLE DE SOUZA ALMEIDA. VE 09 (aluna de Enologia)


Um Longa-Metragem Curioso!


Sideways é um longa-metragem curioso. Pelo fato de como alguém consegue associar crise existencial com bons vinhos? Este filme mostra isto com um jeito leve e bem humorado .Trata-se de uma viagem entre dois amigos; Miles Raymond e  Jack que decidem fazer a despedida de solteiro percorrendo de carro as vinícolas no vale de Santa Inez na Califórnia.
         Miles é o amigo sério e com problemas financeiros, e em estado de adaptação social, enquanto Jack é um ator sem expressividade que não perde tempo em viver a vida na sua mais louca essência; Juntos vivem aventuras hilárias no circuito californiano do vinho.
          Jack se mete em várias encrencas simultaneamente, buscando viver aventuras vai parar na casa de uma garçonete casada, que arma um golpe pra rouba-lo. Durante o ato, o marido da garçonete o surpreende, corre atrás dele e o coloca pra correr nu até o hotel onde os dois estavam hospedados. No hotel, Jack percebe que a mulher pegou sua carteira, só que havia um detalhe: as alianças do casamento estavam dentro da carteira também; ele conta o ocorrido a Miles, o amigo resolve tentar resgatar a carteira dentro da casa do casal, só que marido da moça percebe e sai correndo atrás dele numa cena muito engraçada que vale a pena ser vista.
         Miles é um escritor frustrado que aguarda a publicação do seu livro, durante o desenrolar do filme, ele se envolve com uma garçonete conhecida dele e vive um breve romance. No desenrolar do filme, ele recebe uma ligação da editora dizendo que seu livro não seria publicado, agravando ainda mais o seu estado depressivo. A garçonete havia recebido de Miles uma cópia do livro e o acha muito bom, chega a dizer pra ele, que seu livro é maravilhoso.
Análise:
         Sideways é um filme envolvente e engraçado que faz você questionar o valor e o sentido das coisas que realmente importam na vida. O filme é composto por belas paisagens explicações técnicas do mundo enológico, e muita confusão.  
 - Edmo Camilo da silva Junior. (Enologia e viticultura) Turma: VE09.

Paixão pelo Vinho
O filme intitulado, “Sideways – Entre umas e Outras”, é um filme estadunidense de 2004, escrito e dirigido por Alexandre Payne, lançado em 21 de janeiro de 2005 e com Paul Giamatti e Sandra Oh no elenco. Esta obra caracteriza-se como comédia dramática, retratando a viagem de dois amigos pelas vinícolas do vale de santa Inez, Califórnia. Sideways - Entre umas e Outras do início ao fim, traz como plano de fundo belas paisagens de vinhas californianas e debates acalorados sobre castas e diversos exemplares de vinhos. Os personagens se encontram, se amam e exorcizam seus fracassos em torno de uma garrafa de vinho.
Miles Raymond é um homem muito solitário, depressivo e também insatisfeito como professor de ginásio. Dessa forma, Miles parece só encontrar prazer quando fala e prova seus vinhos e decide dar como presente de despedida de solteiro a Jack, seu melhor amigo, uma viagem pelas vinícolas na Califórnia. Com o presente aceito, eles partem juntos na viagem, degustando vinhos. Convém lembrar, que Jack fala bastante e acaba sendo muito engraçado em algumas cenas do filme, envolvendo os dois em situações confusas. Logo no início da viagem se envolvem com duas mulheres, Jack conhece Stephanie, a funcionária de uma vinícola local, que faz com que ele queira anular seu casamento, que já está marcada. Já o auge da viagem é o envolvimento de Miles por Maya, uma garçonete que também adora vinhos. De todas as sequências, porém, a cena que talvez melhor traduza a paixão que certas pessoas dedicam ao vinho é justamente o momento em que Maya racionaliza o prazer que a bebida lhe proporciona.

Análise:
O filme como foi visto no decorrer desta resenha mostrou uma comédia drama de dois amigos, Miles Raymond e Jack, que resolvem comemorar a despedida de solteiro de Jack viajando e apreciando os vinhos das vinícolas da Califórnia. No desenrolar da trama, depois de se envolverem em momentos de aprendizagens, por exemplo, Miles tenta ensinar ao amigo as técnicas de degustação, e de aventura eles retornam a vida normal. Jack finalmente se casa e Miles vai ao encontro de Maya. Por fim, é um excelente filme para os amantes do vinho, tem um ótimo roteiro, teve grande importância na propagação dos conhecimentos e características do vinho. Falou-se desde o início sobre os altos e baixos da vida, uma viagem que tomou um rumo inesperado e provocou aos telespectadores um grande interesse por Pinot noir, isso porque, Miles era apaixonado por esta variedade. Além disso, houve um maior interesse pelo enoturismo, justamente o roteiro feito pelos personagens. No entanto, o final do filme ficou a desejar pela forma como os personagens terminaram.

- Lucas Britos. VE09

Nenhum comentário: