segunda-feira, 20 de abril de 2020

Crônica de Uma Possível Paixão


Caros seguidores do Blog Tempo da Palavra, eu me apaixonei pelo início da narrativa de Lívia Caroline. Espero que vocês também e já estou à espera dos novos capítulos deste enredo. Parabéns, querida aluna. Profª. Antonise 
Vamos comentar esse texto e colocar nossas observações sobre esta POSSÍVEL PAIXÃO. 


Queridos leitores,


Hoje irei contar um pouco do que aconteceu ano passado comigo aqui no Campus do IF. Não costumo escrever diariamente, mas resolvi descrever os meus sentimentos. Eu me apaixono muito fácil por pessoas simpáticas e que amam desfrutar das simples coisas da vida.
Certa vez, estava eu sentada nas escadas da biblioteca do Campus lendo um livro de José de Alencar chamado "Diva", um dos romances que ele escrevia e é o livro que eu mais amo. De repente, desce desgovernado um garoto, o que mais me chamou atenção não foi o simples garoto, mas sim uma meia que ele estava usando até na canela com desenhos de alienígenas.

Algumas pessoas já tinham me falado sobre a grande reputação dele, e que era um dos mais bonitos do Campus, mas não liguei muito para esse comentário porque eu o achei um completo babaca.

 O dia se passou e lá estava eu novamente nas escadas lendo meu livro. De repente, o rapaz aparece novamente, todo atrapalhado e esbarra em mim.  O cara que eu achava um idiota, pediu-me desculpas e logo depois perguntou que livro eu estava lendo. Começamos a conversar sobre vários livros que ele já havia lido na vida.  Achei aquilo fantástico, porque não imaginei ele lesse livros, mas enfim, conversamos e no final ele pediu meu número e começamos a criar mais assuntos aleatórios.

 E agora, será que vai rolar alguma coisa ou somente uma grande amizade?
 Isso tudo veremos na próxima crônica! 

Lívia Caroline 


2 comentários:

Anônimo disse...

o texto ficou ótimo mas estou aqui pensando, como esse moço reagiu quando viu o texto escrito pela moça kkkkkkk

Profª. Antonise Coelho disse...

Eu também fiquei muito curiosa, Livia Caroline, em saber da reação do rapaz ao ler esse texto aqui no Blog. Gostaria que você nos enviasse o restante da história. Parabéns, minha querida aluna.