segunda-feira, 11 de maio de 2020

SERÁ QUE A VIDA É UMA FERIDA INCURÁVEL?




Neste período de muitos cuidados, novos hábitos de limpeza, isolamento social, nós estamos realizando muitas reflexões sobre o sentido do VIVER.  A aluna Eliza Vitória nos traz esses questionamentos. Comentem. 


Li em um livro que “ viver é uma ferida incurável”.
Sinto minhas feridas arderem todos os dias da minha vida, mas até quando isso?
Tento esconder todas minhas dores e fracassos em amores, cigarros, bebidas e transas.
Todas as pessoas desse mundo têm alguma válvula de escape, ninguém sai ileso desse mundo. Todos escondem algo, não existe uma pessoa se quer que não tenha problemas ou dores.
A única diferença é que alguns conseguem esconder por algum tempo a segurar a barra e outros desabam, sangram até a alma se corroer.
Quem lhe alivia?
Quem lhe cura desse caos?
Quem está mesmo ao seu lado quando tudo se desmorona?
Quem realmente se importa?
Quem é sua cura?
Quando me fiz todas essas perguntas, notei que todas as respostas estavam aqui, você não?
É você que se cura,  cuide-se e tenta aguentar todas as tragédias, é você que se levanta todos os dias da sua cama e implora pra ter força, a bagagem é difícil de ser segurada, mas a responsabilidade de tentar ficar bem é toda, completamente sua.
Lutem por vocês, um pouco de cuidado próprio é necessário e não é egoísmo.

Eliza Vitória


Nenhum comentário: