quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

SENTIMENTOS EM TEMPOS DE PANDEMIA - 1º ANO - CAMPUS PETROLINA ZONA RURAL DO IF SERTÃO PE

 Textos dos alunos do 1º Ano de Ensino Médio Integrado de Agropecuária – 2020.1


5. Solidão


A solidão já não é mais tortura.
A família preenche o vazio da insegurança.
Meus olhos veem mais que uma pandemia, 

eles veem a união.
No quarto abafado pelo silêncio, 

respiro o ar da Paz pairando pelo mundo.
O planeta já não está sufocado 

pelas mãos sujas do ser humano.
O reflexo já pode ser visto 

pelos mares e rios que se curaram.
As ruas se sentem leves, 

pois não têm mais o peso 

nas costas que as torturavam.
Os animais já não estão com medo 

dos monstros que eles temem.
A junção dos acontecimentos 

se englobam no pensamento, 

Me fazendo pensar 

que a pandemia caiu do céu 

para abrir o caminho da libertação.

Maria Eduarda Coelho 



6. Tempo de incertezas


A pandemia chegou
E veio causando pânico geral.
Causando diversos sentimentos
Junto com o isolamento social.
Pegou todos de surpresa
Abalando o emocional.

Tiveram muitas consequências
E tanta preocupação
O medo, a angústia e a ansiedade
Tantas incertezas e frustração
Causando pânico nas pessoas
Fez dos sentimentos um turbilhão.

Pessoas apreensivas
Com tudo a acontecer
Com as novas rotinas
E algo novo a aprender
Dobrar o joelho no chão
E a fé de exercer

Momentos apreensíveis
Nos fez reinventar
Buscar novos jeitos
Para poder inventar
Até a educação
Teve que se renovar

A pandemia veio
Para nos ensinar
Trouxe várias coisas
E nos fez repensar
E algumas atitudes
Tivemos que tomar

Com tudo acontecendo
Vamos nos resguardar
Cuidar da nossa saúde
E dos sentimentos cuidar
E prevenir desse vírus
Para ele logo passar.


         Edimara Nunes





7. Sentimentos em tempos de pandemia

 

 A pandemia chegou silenciosa

 E de surpresa nos pegou

 Causando diversos sentimentos

 Um deles o pânico empregou

 Muitas pessoas que conheço

 Ao medo se entregou.

 

 E a angústia que sentimos

 O que podemos falar?

 No meio dessa doença

 Carência veio nos causar

 Para diminuir o medo

 A fé devemos exaltar.

 

 São dias, semanas, meses

 Tentando nos proteger

 Ficando dentro de casa

 Cada vez tentando aprender

 Trabalhando nossa mente

 Para nos surpreender.

 

 Nesse tempo de pandemia

 Pudemos nos reinventar

 Sempre nos surpreendendo

 Para conhecimento buscar

 Só assim reinventando-se

 O medo não irá nos alcançar.

 

 Treinar nossa mente

 Para não deixar

 Que os sentimentos ruins

 Continuem a nos atacar

 Somos muito fortes

 E isso pudemos mostrar.

 

 Seus sentimentos e emoções

 Não tenha medo de demonstrar

 Faça uma reflexão

 E tente se reencontrar

 O momento não é fácil

 Então devemos nos amar.

 

      Bruna Rodrigues

 



Um comentário:

Unknown disse...

É muito gratificante ver o resultado de uma proposta de escrita para além dos muros da escola, pois a palavra não pode e não deve ficar presa. Parabéns por oportunizar a publicação, Professora Antonise.