quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

SENTIMENTOS EM TEMPOS DE PANDEMIA - Produções textuais dos alunos da Profª Marly Melo

 

SENTIMENTOS EM TEMPOS DE PANDEMIA 
APRESENTAÇÃO

Essas produções são resultados de uma atividade proposta nesse período de AULAS REMOTAS.

Ao me deparar diante da disciplina Leitura e Produção Textual, fiquei pensando como proporcionar a interação entre professora e alunos e alunos entre si, uma vez que a escrita possui uma função social. Logo ela deve partir de uma situação real, a fim de proporcionar uma relação dialógica entre locutor e interlocutor. 

Nesse sentido, lembrei-me do livro VERSOS EM PANDEMIA, retalhos de um tempo, o qual tinha a versão digital. Livro resultado de uma proposta dos professores Roberto Remígio e Vlader Nobre, que em maio convidaram poetas e poetisas amadores a submeterem poemas produzidos nesse momento de pandemia. Então fiz a proposta para os alunos escolherem alguns poemas e lerem.

Em um momento de aula síncrona, pelo GOOGLE MEET, fizemos a partilha de alguns textos lidos com a turmado Ensino Médio Integrado; nas turmas do subsequente e superior estimulei também a leitura e em seguida eles deveriam expressar, também, os sentimentos neste momento tão desafiador para toda a humanidade. 

O resultado foram textos cheios de emoção e de vida. Os alunos externaram de forma poética suas angústias, inquietações e esperanças. Sem dúvida, publicar esses textos é permitir que a comunidade leia e se deleite com o pensar de adolescentes e jovens, que partilham seus sentimentos e emoções. 

Boa leitura!!

Profª Marli Melo





SENTIMENTOS EM TEMPOS DE PANDEMIA

1. Ser docente x Pandemia

Medo e insegurança
Medo e incerteza
Medo e desafio
Eis o que vivencio
Em tempos de pandemia.
Medo de não saber
Ser docente
Diante desse novo tempo.
Novo que me desafia 
Novo que me encanta
Novo que me transporta... 
Para outros mares
Para outros ares.
Para outros lares.
Lares que me acolhem
Que me elevam
E me impulsionam
A viver 
A ser
E a compreender
Que nem sempre 
As coisas acontecem
De forma que enaltece
De forma que enobrece
Tão pouco...
de forma planejada.
Mas o que importa neste momento?
O importante é ser...
Ser presença...
Que acolhe
Que ampara
Que compreende
Que se coloca no lugar do outro.
Ser presença
que recolhe
Tudo o que a vida lhe proporciona 
De encontro
De desencontro
De afeto
De paixão 
De compaixão
E de gratidão
Por esta experiência desafiadora
Nesses 43 anos de docência.
                                 Marli Melo


Nenhum comentário: